sexta-feira, 30 de junho de 2017

Praia de Porto Nacional é a primeira a receber ação de educação ambiental

      Julho é mês de descanso para grande maioria dos brasileiros e, especialmente para os tocantinenses, época de aproveitar as praias de rio doce do Estado. E é pensando nesse público que a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) realiza o projeto Praia Consciente, que leva ações de educação ambiental para envolver turistas, barraqueiros e ambulantes, além da comunidade local. O projeto será iniciado no dia 8 de julho e a primeira praia visitada será a de Porto Nacional.
          A equipe da Diretoria de Desenvolvimento Sustentável distribuirá sacos de lixo aos turistas e tonéis para recolhimento de óleo de cozinha, usado entre os comerciantes. O próprio óleo recolhido é usado em uma oficina de sabão ecológico oferecida nas próprias praias. Além disso, uma atividade lúdica com material reciclado será ofertada às crianças.

           A equipe fará, em cada praia, blitz educativa distribuindo sacolas para lixo e conscientizando os turistas sobre a necessidade de não descartar incorretamente os resíduos gerados na praia. “O grande fluxo de visitantes nas praias, principalmente durante o mês de julho, época de férias escolares, traz grande preocupação ao Governo do Estado, no sentido de garantir o uso sustentável das praias, associando o uso adequado das praias à conservação do meio ambiente”, destaca o diretor de Desenvolvimento Sustentável da Semarh, Jânio Washington.
         No total, serão distribuídos 20 tonéis com capacidade de 50 litros para recolhimento de óleo de cozinha usado, cinco mil sacos de lixo para câmbio veicular e dois mil sacos de lixo de 60 litros, um investimento no valor aproximado de R$ 15 mil, incluindo material de consumo e divulgação, oriundo do Fundo Estadual de Recursos Hídricos.
       São parceiros da Semarh na execução do projeto Praia Consciente, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia,Turismo e Cultura (Seden).