quinta-feira, 22 de março de 2018

Tocantins marca presença em debates internacionais no 8º Fórum Mundial da Água

              Na participação do 8º Fórum Mundial da Água, desta terça-feira, 20, representantes do Governo do Tocantins estiveram presentes na 5ª Conferência Internacional para Líderes Regionais e na sessão sobre Investimentos para o futuro 2018: finanças de águas urbanas. O Fórum ocorre em Brasília, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, até a sexta-feira, 23.

               O fórum é organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água, junto com o país e a cidade anfitriã. Ao todo, já ocorreram sete edições do evento em sete países de quatro continentes: África, América, Ásia e Europa. O objetivo do evento é contribuir para o diálogo do processo decisório sobre o tema em nível global, visando o uso racional e sustentável deste recurso.
           Na 5ª Conferência Internacional para Líderes Regionais, a secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Tocantins, Meire Carreira, pontuou que, apesar da discussão ser global, a problematização focou nas demandas dos municípios, sendo no Brasil ou em qualquer outro país. “Foi um painel com alto nível de discussões em âmbito mundial. Foram mostrados cases realizados na gestão hídrica para conter crises no setor”, relatou. A gestora estadual completou que o compartilhamento de informações e os conhecimentos são o caminho a ser seguido para garantir a preservação e o acesso sem distinção aos recursos hídricos.

            Em um segundo momento, a sessão Investimentos para o futuro 2018: finanças de águas urbanas foi o momento que a gestora estadual aproveitou para explanar sobre as ações desenvolvidas pelo Governo do Tocantins de estratégias e execução na área de gestão hídrica. “O Projeto Olho D’Água é resultado de orçamento do Fundo Estadual de Recursos Hídricos. São debates transversais que são voltados para garantir água em quantidade e qualidade”, falou. O fortalecimento dos Comitês das Bacias Hidrográficas, que são colegiados independentes, é outra ação do Estado que teve destaque na roda de conversas entres os representantes mundiais. “Mostrar o que estamos fazendo no Tocantins e sermos ouvidos com atenção é a prova de que o Tocantins está desenvolvendo projetos de excelência”, finalizou a secretária Meire Carreira.
             Em paralelo, o diretor de Planejamento e Gestão de Recursos Hídricos da Semarh, Aldo Azevedo, acompanhou a sessão sobre as novas formas de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).